1 de abril de 2010

Top de 5ª - As cinco coisas que não quero ver na páscoa

Hoje é quinta-feira santa, a época mais chocolática do ano chegando, e eu resolvo ressucitar o nosso top semanal que só aparece uma vez por mês. Assim como todo fim de ano tem retrospectiva ou eleição dos melhores em alguma coisa; assim como todo outono tem troca de coleções nas vitrines das lojas (como se aqui em Uberlândia a mudança de temperatura fosse mesmo tão drástica); e assim como todo natal tem reapresentação dos especiais de natal de quase todos os seriados que passam na TV e música da Simone tocando a torto e a direito, a páscoa também tem os seus clichês. Essas são as cinco coisas que não quero ver nem ouvir nessa páscoa (e que evidentemente não vou conseguir evitar de trombar com elas, ainda que de relance).

#5 - Gente dizendo que vai comer peixe porque não pode comer carne: é, né, os músculos dos peixes são formados por alface, aspargos e algas marinhas. Tradição é uma coisa, mas isso já virou tabu. E esse tabu é tão ridículo que uma vez, há uns dez anos, o meu irmão me repreendeu porque eu ia comer um salame e já era 00:05 da sexta-feira santa...

#4 - Gente dizendo que a páscoa "não é só chocolate": geralmente é algum padre entrevistado no jornal da TV  local (que poderia muito bem ser em rede nacional, uma vez que em todo lugar é a mesma coisa). Via de regra, essa religiosa pessoa vai fazer questão de lembrar a todos que o significado da páscoa não é só comer chocolate, embora todos saibam que é. Se não fosse, ninguém precisaria lembrar o contrário, né?

#3 - Notícias sobre o aumento do número de acidentes no feriado: essa eu até já ouvi esse ano, tarde demais pra colocar no top. Mas mesmo assim, preciso comentar. Diz-se em jornalismo que notícia é quando o homem morde o cachorro, e não o contrário. Ou seja, é preciso acontecer algo incomum para ser notícia. Portanto, aumento no número de acidentes no feriado não é notícia. Siga o raciocínio: acontecem acidentes na estrada todos os dias. O número de acidentes é proporcional ao número de carros. Todo feriado, aumenta o número de carros trafegando nas estradas. Se o número de carros aumenta, aumenta o número de acidentes. A menos que exista algo de incomum no fato de que dois mais dois são quatro, uma simples regra de três resolveria matematicamente o espanto pelo aumento nos acidentes. Mas fazer o quê, se matemática não dá audiência? Família morta e passageiro de ônibus esmagado dão.

#2 - Filmes religiosos: seja aquela já manjada e tri-reprisada produção (bem feita) com o Gary Oldman sendo o Pilatos, ou o filme do Padre Marcelo, filmes sobre a vida de Jesus são figurinha carimbada nessa época, mas sempre com o mesmo viés devoto, respeitoso e careta. O maior exemplo de ousadia seria algum canal passar A paixão de Cristo do ultracatólico Mel Gibson - filme que eu acho um lixo, mas ainda assim tem uma certa polêmica envolvida. O que eu queria ver era um emissora com os colhões necessários para passar A Vida de Brian, do Monty Python, A Última Tentação de Cristo, do Scorcese, ou mesmo um mais inocente (mas mesmo assim incomum) Jesus Cristo Superstar.

#1 - Alguém dizendo que Jesus morreu na cruz e RESSUSCITOU DEPOIS DE TRÊS DIAS: primeiro porque nos quatro evangelhos canônicos, Jesus ressuscitou ainda no sábado. Não sei se é erro de tradução se referirem à madrugada de sábado para domingo como "o fim do sábado", visto que os Judeus tradicionalmente consideravam o pôr-do-sol como o início do dia, mas o fato é que todas as traduções da bíblia usam o termo "sábado". Ninguém contava o início do dia à meia noite naquela época. Se ele ressuscitou de madrugada (assumindo que ele tenha ressuscitado), de sábado para domingo, tendo morrido no meio da tarde de sexta, ele ficou só dois dias morto! Dizer que passaram três dias porque ele morreu no meio da tarde de sexta, ficou o sábado morto e ressucitou antes do nascer do sol de domingo, é o mesmo que tomar banho das 23:50 do dia 31 de dezembro às 00:05 do dia 1 de janeiro e dizer que passou um ano tomando banho! Novamente, a matemática anda fazendo falta...

Um comentário:

. disse...

Excelente suas idéias, excelente blog.

 
BlogBlogs.Com.Br