20 de dezembro de 2009

A inacreditável fanfarronice de Túlio Maravilha. E o exorcismo da sua praga maldita.

Eu sou botafoguense por herança de família, mesmo sem nunca ter posto os pés no Rio de Janeiro. Apesar de não acompanhar futebol tanto quanto gostaria, como todo bom botafoguense, eu tenho um grande respeito (e por que não dizer gratidão?) pelo Túlio. O Túlio. O Túlio Maravilha.
Ídolo do Botafogo de 95 e herói da conquista do campeonato brasileiro do mesmo ano, Túlio já está há alguns anos afastado do futebol de elite, jogando em clubes de segunda ou terceira divisão, e hoje é conhecido mais pelos feitos do passado e pelas frases hilárias que ocasionalmente solta.
Vale lembrar que o Túlio já foi três vezes artilheiro do campeonato brasileiro, já fez gol de mão contra a Argentina, e já decidiu o mais importante campeonato do país com um gol em uma escandalosa posição de impedimento. E também já posou nu pra G Magazine, em 2003. Dizem. Eu não vi. Não compro a revista. Não acreditem no que dizem. Aquele dia na banca eu só errei de seção, e... bem, deixa pra lá. Hoje, Túlio é vereador na cidade de Goiânia (sendo o segundo mais votado - dizem que teria sido o primeiro, se não tivesse perdido um pênalti na véspera da eleição), e aparece mais na mídia por ser um falastrão incorrigível.
Entre as diversas frases célebres, as comparações com ídolos do passado são as mais frequentes. Em 2007, ao falar do atacante Dodô no Botafogo, soltou a pérola: "Ele vem jogando muito bem e só vestir a camisa 7 do Fogão, que foi minha e de Garrincha, já é meio caminho andado". E esse ano ele disse a mesma coisa sobre o atual centroavante do Fogão: "O Reinaldo está no caminho certo, no clube certo e com a camisa certa". Sim, Reinaldo joga com a 7. E disse mais: "O Reinaldo começou muito bem. Depois dessa declaração se referindo a mim, tem 99% de chance de ser o artilheiro do Campeonato Carioca. Vou mandar para ele um DVD com meus gols para ter ainda mais inspiração." Túlio já falou que ia fazer um gol anticoncepcional, e já disse que vencer o Gama era "igual a empurrar bêbado na ladeira".
Mas nem tudo é graça no que sai da boca de Túlio. Ano passado, depois do Botafogo perder a segunda final consecutiva do campeonato carioca perante o Flamengo, o jogador disse em uma entrevista que o técnico do Glorioso era pé-frio. E disse também: "Não adianta, para vencer, tem que ter estrela. (...) Do jeito que o Botafogo anda, só vai levantar troféus de novo quando eu voltar para o clube". Entenderam o que aconteceu? Túlio jogou uma praga no Botafogo! Não satisfeito, ainda reforçou no fim do ano: "Do jeito que estão as coisas aí, a gente só vai viver dessa lembrança de 1995."
E o próprio Túlio acredita nessas coisas. No começo do ano passado, ficou sem fazer gols por 4 jogos, e correu pra igreja: "Eu estava com muito olho gordo, ciúme e inveja. Então pensei: está na hora de cuidar do espírito. Fui à sessão de descarrego na igreja para quebrar esta macumba, este encosto."
E se no Brasil existe um torcedor supersticioso, é o botafoguense. Tanto que três meses depois da praga, com o Botafogo penando no brasileirão, o então presidente do Botafogo foi conversar com o Túlio para que ele voltasse para o time em 2009! Tarde demais. Túlio já era candidato a vereador, e só iria para o Botafogo se não conseguisse se eleger. E conseguiu. Nesse intervalo, o Botafogo perdeu mais uma final de campeonato carioca para o Flamengo.
E se Maomé, digo, se Túlio não pode sair de Goiânia, a solução é inventar um novo Botafogo mais próximo do nosso herói linguarudo. Agora já estamos em julho de 2009, temos um Botafogo no Distrito Federal, e ainda não temos Túlio, vejam bem! O Fogão estava orbitando a zona de rebaixamento desde o início do brasileirão. Em agosto, com o Botafogo ainda penando na parte de baixo tabela, eis que o Botafogo-DF contrata Túlio Maravilha! Não que isso tenha resolvido muita coisa, o time continuou apanhando até a última rodada do campeonato, mas graças à uma benção ungida por Túlio Maravilha, conseguiu evitar o descenso.


Abençoa, Senhor, o Botafogo, Amém!

Pois é, gente, a palavra de Túlio tem poder. Rumo ao milésimo gol, o maior artilheiro do mundo em atividade pode não ser mais um jogador de elite, mas como profeta...

Nenhum comentário:

 
BlogBlogs.Com.Br