2 de novembro de 2009

Etimologia de botequim


Como diz a descrição do meu perfil, eu sou um sujeito curioso de nascença. E isso inclui tentar descobrir a origem das coisas, qual a história delas, como elas se formaram. Deus e Nossa Senhora têm me ajudado muito com isso. O que acontece é que nem sempre eu tenho vontade de pesquisar, e muitas vezes eu fico só na especulação mesmo, mas, ainda assim, dá pra fazer algumas descobertas, e também dar algumas bolas fora no campo da etimologia. Com o tempo, eu fui juntando uma pequena coleção de palavras e explicações que pouco tem de científicas, e que podem se revelar verdadeiras ou não.

Beliche: no dialeto do português que é falado nesses nossos sertões brasileiros, a palavra acaba se tornando "bilixe", o que gera a confusão de que o nome é porque são duas camas - bi-liche. Qual não foi a minha surpresa quando pela primeira vez eu vi escrita a palavra "treliche". Estranhei o fato de ser "tre" e não "tri",  e só então atententei para o fato de "beliche" ser também escrito com E. Juntando o lé com cré, me dei conta que beliche deve ter a mesma raiz da palavra bélico - ou seja, uma cama para os soldados em instalações militares, uma cama bélica. O que, em uma análise uma pouco mais além, faz com que derivar "treliche" a partir de "beliche" não faça nenhum sentido, a não ser como uma piada idiomática que ninguém entendeu.

Vintage - essa entra na casa das bolas fora. A história é a seguinte: eu tenho a teoria que a moda e as influências culturais, a partir do século XX se repetem a cada 20 anos. Psicologizando a coisa um pouco, acho que é uma tendência dos jovens adultos (na casa dos 20) utilizarem na sua produção artística/criativa referências à sua infância, como uma espécie de saudosismo, no que são imediatamente bem aceitos por outros jovens que apreciam essas referências por ter algo a ver também com as suas infâncias. O que explicaria o retorno ao hipismo e ao movimento punk dos anos 70 nos anos 90, e a volta dos anos 80 na década vigente - não vai demorar até que os anos 90 venham bater na nossa porta exigindo o seu direito ao retorno. Baseado nisso, chutei que vintage teria origem nisso mesmo, esse período de vinte anos em que as coisas surgem, ficam bregas e depois voltam à tona como algo... bem, vintage. Mas me enganei, vintage tem a ver com vinhos. By wikipedia: "A sua origem ou significado vem de vint relativo à safra de uvas e age de idade."

Argentina - outro dia eu estava lendo um poema que dizia que o navio do protagonista não tinha "velas em mastro argentino". Como este trecho falava das colorações e materiais do tal navio, me deu um estalo: prata em latim é argentum, como todos aprendemos na tabela periódica das aulas de química. Então, a terra que fica próxima a foz do Rio da Prata é uma terra argentina, prateada, cheia de prata. A gente se acostuma a achar que Argentina é o nome do país e se surpreende quando descobre outro significado.

Inglaterra - o mesmo caso da Argentina, eu nunca tinha parado pra pensar no significado. O povo que colonizou permanentemente as terras onde hoje minha querida esposa se encontra foram os anglos, que deram origem à seguinte construção: eng=anglo, land=terra, England, terra dos anglos. Em português deve ter sido semelhante, a Angla Terra que se tornou Inglaterra.

Enfermeira - Ooolááááá... enfermeira! Essa é quase vergonhosa de tão óbvia. Enfermeira é alguém que cuida dos enfermos! Acho que utilizamos tão pouco a palavra enfermo, que se torna difícil fazer a associação. Depois de perceber a associação entre uma coisa e outra passei a prestar mais atenção a palavras com a terminação eiro. Dúvida: existe algo de pejorativo em derivar uma palavra com eiro? Afinal, tanta gente reclama que o certo para motoqueiro é motociclista, que bicicleteiro é ciclista, quase tanto quanto homossexualismo acabou sendo compulsoriamente substituído por homossexualidade (diziam as pessoas etimologicamente sensíveis que o sufixo ismo denota doença), que fico imaginando se existe um movimento organizado de enfermeiras querendo se tornar enfermistas.

3 comentários:

opiorblogqueexiste disse...

Olá, desculpe pela demora, mas quero agradecer pela visita no meu blog... Aproveito a oportunidade para te parabenizar pela qualidade do seu blog...
Caso queira visitar novamente, fique à vontade...
Caso tenha alguma sugestão, comente, sua opinião é importante para a evolução do nosso conteúdo...

Diogo de Lima disse...

Não lembro de ter entrado nesse blog, mas ok...

Anônimo disse...

A da enfermeira foi péssima... :S
Diego

 
BlogBlogs.Com.Br