8 de outubro de 2009

Top de 5ª - 5 melhores discos que eu encontrei no último ano

Ok, não é exatamente um ano, e eu sei que tá um pouco cedo pra algo que parece ser uma lista de final de ano, mas eu resolvi soltar essa antes que alguns discos bons saíssem do período de abrangência. Eu gostaria que fosse um top 10, mas ultimamente tem sido bem difícil achar algo empolgante, então resolvi dar um tempo até o fim do ano pra ver se ainda aparece algo pra eu fazer um top 5 melhores de 2009. Entraram no top apenas discos relativamente novos, porque se fosse contar tudo o que eu ouvi no ultimo ano o top só teria albuns do Genesis.

#5 - Calexico - Carried to Dust (2008); Falando em Genesis, desde que eu ouvi Selling England by the Pound pela primeira vez e não achei nada demais (e depois me arrependi amargamente de ter verbalizado isso), eu adotei uma política de nunca ouvir um disco uma vez só. Com esse disco do Calexico foi assim. Ouvi uma vez, achei interessante, mas sem muita graça, e cada vez que eu o via, me dava vontade de ouvir de novo, e cada vez que eu ouvia eu passava a gostar mais dele. Um disco calmo, tranquilo, com muitas referências folk mexicanas e country, é o típico disco para se ouvir numa viagem longa (ou quando se tem um trabalho longo a ser feito).
Ouça Slowness:


#4 - Oasis - Dig Out Your Soul (2008); O que parecia ser um retorno triunfal depois de anos sem um lançamento de destaque parece ter se tornado uma despedida em grande estilo após a última e talvez derradeira briga dos irmãos Gallagher. De qualquer forma, se os líderes do Oasis não conseguiram maturidade pessoal para superar as suas diferenças, esse disco é a prova de que ao menos a maturidade musical foi atingida. Som pesado, denso e com uma psicodelia ao melhor estilo Beatles pós-Sgt Pepper, Dig Out Your Soul é um encerramento digno da representatividade musical que o Oasis teve nos anos 90.
A mais psicodélica do disco, To be Where There's Life:



#3 - Medeski, Martin & Wood - Let's Go Everywhere (2008); Eu não sei quem começou essa história de fazer discos pra crianças (até onde eu sei, muita gente já fez, mas eu só me lembro agora de Adriana Calcanhoto e Ziggy Marley), mas acho que tanto no exterior como aqui devem existir muitos pais cansados de ter que ouvir discos de "xuxas" junto com os filhos. E também muito artista bacana que se preocupa com o que os filhos vão ouvir. O fato é que o genial trio jazzista Medeski, Martin & Wood embarcou na onda e produziu um dos discos mais bonitinhos que eu já ouvi, e ao mesmo tempo com um apuro musical e uma acessibilidade muito grandes. Com certeza é algo que um possível filho meu vai escutar.
Confira a faixa-título:


#2 - The Raconteurs - Consolers of the Lonely (2008); Já há algum tempo eu me tornei fã do trabalho dos The White Stripes (e consequentemente do Jack White), e sabia do projeto paralelo dos The Raconteurs, mas nunca tinha ouvido nada deles até o fim do ano passado. Me sinto um pouco desconfortável em dizer isso, mas o The White Stripes fica no chinelo. A guitarra raivosa de Jack White encontra nos outros músicos do Raconteurs a correspondência que Meg White raramente conseguiu dar. Embora eu ainda goste do White Stripes por ser um trabaho mais autoral e tudo, acho que agora é ele que deveria ser o projeto paralelo. Sinto muito, Meg.
Uma amostra do disco, The Switch and the Spur:



#1 - Gogol Bordello - Super Taranta! (2007); Você está cansado de emos chorões, indies retrô e pseudo-intelectuais dominando a cena musical? Não se aflija, Gogol Bordello chegou para ajudar! Com uma inusitada mistura entre música cigana/leste-européia e punk/hardcore, esse disco do Gogol Bordello é uma celebração da vida sem frescura e de todas as suas possibilidades sensoriais, sem espaço para dramas internos ou dilemas existenciais e amorosos. "Se nós não estamos aqui pra fazer o que eu e você queremos fazer, e ainda ficar pirando por causa disso, porque diabos estamos aqui?" Esse é o verso que abre o disco, e é precisamente esse o espírito do álbum.
Como amostra, aí vai Wonderlust King:

Nenhum comentário:

 
BlogBlogs.Com.Br